MINHAS MÃOS, MEUS OLHOS: UMA ANÁLISE SOBRE MATERIAIS DIDÁTICOS NO ENSINO DE BIOLOGIA PARA UM ALUNO COM BAIXA VISÃO

 

Neli Pitanga Faria, Drª. Desirée Gonçalves Raggi

 

RESUMO

Esta pesquisa tem como objetivos analisar as contribuições dos materiais didáticos confeccionados para o ensino de Biologia de um aluno com baixa visão com o intuito de colaborar para a compreensão dos conteúdos especificamente relacionados aos vírus, utilizando um modelo de um bacteriófago e um vírus da AIDS, com predicados que reverenciam as necessidades de um aluno com deficiência visual. Para tal estudo utilizamos a metodologia com abordagem qualitativa da pesquisa documental, entrevista e observação, o que possibilitou a reflexão sobre a inclusão, no que tange às pessoas com necessidades educacionais especiais nas salas de aulas regulares, cujo direito deve ser garantido pela escola ao proporcionaras condições adequadas para sua aprendizagem. Os fundamentos teóricos se baseiam,principalmente, em Carvalho (2000), Klein (2005) e Souza (2007), Ferrel (1996) e Cunha e Enumo (2003), Jorge (2010) e Santos (2010). . O material foi analisado a partir das percepções da professora de Educação Especial, do aluno sujeito desta pesquisa e dos 26 alunos normovisuais que constituem a turma. Os modelos didáticos foram considerados adaptados na avaliação de todos os participantes, podendo-se averiguar que o mesmo apresenta atributos que podem auxiliar na disciplina de Biologia. Sendo assim, pode- se afirmar que, ao incorporar esses materiais no ensino, é possível promover a aprendizagem significativa de conceitos, bem como elevar os níveis de interesse dos alunos normovisuais.

Palavras-chave: Educação inclusiva; Baixa visão; material didático; ensino de Biologia.

Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *